Estrutura é criada para despoluir o ar e filtrar a água do mar

Crédito: Divulgação/Sitbon Architectes

O escritório francês Sitbon Architectes projetou uma cápsula flutuante com o interior composto por uma estufa orgânica. Esta tem a função de despoluir o ar e conta com um sistema de conversão de água potável.

Além disso, o projeto agrega sensores com capacidade de avisar a ocorrência de tragédias naturais, como maremotos, tsunamis e outras catástrofes.

A preocupação com o desenvolvimento sustentável e os eminentes efeitos do aquecimento global foram os principais motivos para idealizarem a estrutura, batizada de Bloom. A esfera abrigará também grandes aquários repletos de fitoplânctons e seres microscópicos, capazes de retirar o dióxido de carbono da atmosfera.

Crédito: Divulgação /Sitbon Architectes

Os aquários e estufas serão supervisionados e controlados por cientistas para regular a concentração de oxigênio nos oceanos.

A estação ambiental e de estudos meteorológicos ainda não tem data para ser construída, mas enquanto isso, o escritório de arquitetura Sitbon Architectes está acumulando prêmios pela Europa com o projeto.

Crédito: Divulgação/Sitbon Architectes

Postar um comentário

0 Comentários