UE financia em 10 M€ projeto de energia de ondas junto a Peniche

WaveRoller de demonstração de aproveitamento das ondas do oceano, junto a Peniche, é apoiado em 10 M€ pela União Europeia. É o primeiro empréstimo concedido no âmbito da iniciativa InnovFin de apoio a projetos de demonstração de Energia.

WaveRoller, Foto: ©DR

A empresa finlandesa AW-Energy vai construir em Portugal uma unidade de demonstração, de grande dimensão, do WaveRoller. Um sistema que converte a energia das ondas em energia elétrica, e que é considerado um dos sistemas mais avançados de captura de energia sustentável e com potencial comercial.

Para esta construção a empresa finlandesa conta com um empréstimo de 10 milhões de euros, concedido pelo Banco Europeu de Investimento (BEI) e apoiado pelo programa de investigação e financiamento de inovação da União Europeia(UE), o ‘Horizonte 2020’.

O empréstimo é o primeiro que é concedido no âmbito da iniciativa InnovFin Energy. Uma iniciativa que se traduz numa linha setorial de crédito inovadora, destinada a apoiar projetos comercialmente promissores, mas considerados tecnologicamente de risco.

Carlos Moedas, Comissário da Europeu responsável pela Ciência, Investigação e Inovação, em referência ao investimento no WaveRoller, disse: “Um investimento em tecnologias de energias renováveis é um investimento na liderança dessas novas indústrias da Europa”.


O dispositivo WaveRoller de demonstração a instalar junto de Peniche é de 350 kW. Um projeto que envolve um custo total de 19 milhões de euros e que deverá estar concluído em 2016.

O WaveRoller de demonstração da empresa finlandesa é considerado por Carlos Moedas de grande potencial para a economia europeia, e por isso a UE apoia projetos “pioneiros de energia renováveis ​​para contribuir com soluções para os desafios globais de mudanças climáticas, e para gerar emprego e crescimento econômico sustentável na Europa”.

A tecnologia WaveRoller tem vindo a ser apoiada financeiramente pela UE, através do projeto SURGE, no âmbito do Sétimo Programa-Quadro. Este apoio permitiu a instalação de demonstração de três unidades protótipo de 100 kW, perto de Peniche. Estas três unidades encontram-se atualmente em produção e ligadas à rede elétrica nacional.

Postar um comentário

0 Comentários