Chernobyl poderá ser a maior usina solar do mundo


Onde ocorreu o desastre que causou a morte de aproximadamente 100 mil pessoas, e que ainda causa problemas para animais na região é o lugar perfeito para ser transformado em uma usina solar. A usina será capaz de gerar mil megawatts de potência, suficiente para abastecer uma média de 164 mil residências. Quando terminada, será a maior usina solar do mundo.

A área ainda possui a infraestrutura necessária para o fornecimento de altas quantidades de energia, pois as linhas de transmissão do reator nuclear continuam intactas.

Mas, para que a Chernobyl Solar possa sair do papel, será preciso aprovar uma lei que amplie o acesso e o uso da Zona de Exclusão – a primeira versão dessa legislação já está passando pelo Parlamento ucraniano.


Outro desafio é o custo total da instalação da planta solar, deve passar dos R$ 3 bilhões e a Ucrânia quer atrair investidores dispostos a financiar o projeto. Como a região está abandonada, o custo do terreno é extremamente baixo.

Metade da energia do país ainda vem de usinas nucleares, e com a Chernobyl Solar seria o primeiro passo para “limpar” a matriz energética. A Ucrânia tem planos para que, até 2020, 11% da energia do país venha de fontes renováveis.

Postar um comentário

0 Comentários