Após encalhar com 30 sacos plásticos no estômago, baleia precisa ser sacrificada


A imagem não é bonita de se ver. Menos bonito ainda é pensar em tudo o que ela representa. Mais um animal marinho foi vítima do descaso do bicho homem.

Moradores de uma ilha localizada perto da cidade de Berga, na Noruega, encontraram uma baleia encalhada na praia em estado bastante debilitado. Após zoólogos examinarem o bicho, conclui-se que ele precisaria ser sacrificado por já estar muito doente.

A notícia, que já era ruim, ficou ainda mais triste após descobrirem o motivo do adoecimento da baleia, que era da espécie bicuda-de-cuvier: segundo os pesquisadores da Universidade de Berga, após autópsia, o animal ficou doente e encalhou na praia por ingerir plástico em alto-mar.

Trinta sacolinhas, entre outros resíduos de plástico, foram encontrados na barriga do animal.

Pesquisas apontam que o ser humano descarta cerca de oito milhões de toneladas de plástico nos oceanos todos os anos. É tanto lixo tóxico à vida marinha que, se continuarmos nesse ritmo, até 2050 haverá mais plástico do que peixes em nossos mares.

Postar um comentário

0 Comentários