Israel testa ônibus elétricos capazes de se recarregar sozinhos em movimento



Em fase de teste no Reino Unido, já existe uma estrada que é capaz de abastecer veículos elétricos enquanto andam em uma faixa específica. Agora a startup israelense Electroad está trabalhando para aprimorar a tecnologia e viabilizá-la de maneira escalável para que contemple todo o transporte público de sua capital, Jerusalém.

A novidade permitiria reduzir a quantidade de emissões de gases de efeito estufa de maneira mais eficiente e ainda transformaria o transporte público em uma alternativa ainda mais sustentável para os cidadãos.

Com base em indução eletromagnética – o mesmo princípio usado, por exemplo, para recarregar smartphones sem a utilização de fios –, a startup criou uma tecnologia flexível (diferente das já existentes), que só precisa de cobre e borracha como matéria-prima para funcionar. “Você consegue implementar em uma rua já existente da noite para o dia”, explica Oren Ezer, CEO da companhia.

Para aplicar a nova tecnologia em ruas existentes, é preciso cavar o asfalto em oito centímetros de profundidade e adicionar o dispositivo de carregamento sem fio. Depois, é só cobrir novamente com asfalto. Inversores inteligentes com comunicação em tempo real são então instalados em ambos os lados das ruas – e a radiação é minimizada para proteção dos motoristas e passageiros. Entenda melhor abaixo!



Após cinco meses de testes bem sucedidos em Tel Aviv, com 20 metros de rua adaptados fora de seus laboratórios, os ônibus públicos começarão a ser testados em breve em grande escala. Será?

Postar um comentário

0 Comentários