Asfalto ecológico é utilizado em obras de pavimentação da BR-277

Crédito: Guilherme Pupo

Você sabia que a BR-277, trecho que liga Curitiba ao litoral paranaense, é pavimentada com asfalto ecológico? A iniciativa é da Ecovia Caminho do Mar, concessionária responsável pela administração da malha rodoviária. A empresa realizou os primeiros testes para empregar o material em 2003. Cinco anos depois, a solução passou a ser utilizada para recuperação do pavimento na rodovia.

Também conhecido como asfalto-borracha, ele surge como uma alternativa mais durável, sustentável e segura para o tráfego de motoristas e demais usuários. É produzido com pneus de caminhão sem condições de uso – e que seriam descartados. “Somente em 2016, foram utilizados mais de 7,5 mil pneus de caminhões para confecção do asfalto. Ou seja, aproveitamos um material que estaria largado no meio ambiente”, afirma Raul Boff, gerente de atendimento ao usuário da Ecovia.

Vantagens do asfalto ecológico

Basicamente, o material é produzido a partir da mistura de pó de borracha (pois o pneu é moído) e cimento asfáltico de petróleo (CAP). O resultado é um asfalto que proporciona maior nível de aderência ao veículo em comparação ao modelo convencional. Além disso, segundo a ANIP – Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos –, ele dura aproximadamente 40% a mais do que o asfalto comum utilizado nas demais rodovias. “Além disso, diminui o tempo de interdição da estrada”, complementa o gerente de atendimento.

Outras vantagens são:
  • Redução de temperatura em até 40°C
  • Economia de energia
  • Diminuição das emissões de CO²
  • Alta viscosidade
Cenário

Boff explica que, no momento, a Ecovia Caminho do Mar só faz a administração da rodovia BR-277, ficando fora do eixo Rio de Janeiro e São Paulo. No entanto, desde 2008 o asfalto ecológico é aproveitado em novas obras da rodovia. Diz que, no futuro, a tendência é ser aproveitado em outras estradas do País.

FONTE: Portal AECweb

Postar um comentário

0 Comentários