Sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável - OBJETIVO 11 - CIDADES E COMUNIDADES SUSTENTÁVEIS

Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável são o modelo para alcançar um futuro melhor e mais sustentável para todos. Eles abordam os desafios globais que enfrentamos, incluindo os relacionados à pobreza, desigualdade, clima, degradação ambiental, prosperidade, paz e justiça. Os Objetivos se interconectam e, para não deixar ninguém para trás, é importante alcançarmos cada Objetivo e meta até 2030.


OBJETIVO 11: CIDADES E COMUNIDADES SUSTENTÁVEIS

É preciso haver um futuro em que as cidades ofereçam oportunidades para todos, com acesso a serviços básicos, energia, moradia, transporte e muito mais.


As cidades são centros de idéias, comércio, cultura, ciência, produtividade, desenvolvimento social e muito mais. Na melhor das hipóteses, as cidades permitiram que as pessoas avançassem social e economicamente. Com o número de pessoas vivendo nas cidades projetadas para subir para 5 bilhões de pessoas até 2030, é importante que existam práticas eficientes de planejamento e gestão urbana para lidar com os desafios trazidos pela urbanização.

Existem muitos desafios para manter as cidades de uma maneira que continua a criar empregos e prosperidade sem sobrecarregar terras e recursos. Os desafios urbanos comuns incluem congestionamento, falta de fundos para fornecer serviços básicos, falta de moradias adequadas, infraestrutura em declínio e poluição do ar nas cidades.

Desafios rápidos de urbanização, como a remoção e o gerenciamento seguros de resíduos sólidos nas cidades, podem ser superados de maneiras que lhes permitam continuar prosperando e crescendo, melhorando o uso de recursos e reduzindo a poluição e a pobreza. Um exemplo é o aumento da coleta de lixo municipal. É preciso haver um futuro em que as cidades ofereçam oportunidades para todos, com acesso a serviços básicos, energia, moradia, transporte e muito mais.


Fatos e figuras
  • Metade da humanidade - 3,5 bilhões de pessoas - vive nas cidades hoje e 5 bilhões de pessoas devem viver nas cidades até 2030.
  • 95% da expansão urbana nas próximas décadas ocorrerá nos países em desenvolvimento
  • Hoje, 883 milhões de pessoas vivem em favelas e a maioria delas é encontrada no leste e sudeste da Ásia.
  • As cidades do mundo ocupam apenas 3% das terras da Terra, mas representam 60-80% do consumo de energia e 75% das emissões de carbono.
  • A rápida urbanização está exercendo pressão sobre o suprimento de água doce, esgoto, o meio ambiente e a saúde pública
  • Em 2016, 90% dos moradores urbanos respiravam ar inseguro, resultando em 4,2 milhões de mortes devido à poluição do ar ambiente. Mais da metade da população urbana global foi exposta a níveis de poluição do ar pelo menos 2,5 vezes superior ao padrão de segurança.

Metas da meta 11

11.1 Até 2030, garantir o acesso de todos a moradias e serviços básicos adequados, seguros e acessíveis, além de melhorar as favelas

11.2 Até 2030, fornecer acesso a sistemas de transporte seguros, acessíveis, acessíveis e sustentáveis ​​para todos, melhorando a segurança rodoviária, notadamente expandindo o transporte público, com atenção especial às necessidades daqueles em situações de vulnerabilidade, mulheres, crianças, pessoas com deficiência e idosos pessoas

11.3 Até 2030, aprimorar a urbanização inclusiva e sustentável e a capacidade de planejamento e gestão participativos, integrados e sustentáveis ​​de assentamentos humanos em todos os países

11.4 Fortalecer os esforços para proteger e salvaguardar o patrimônio cultural e natural do mundo

11.5 Até 2030, reduza significativamente o número de mortes e o número de pessoas afetadas e diminua substancialmente as perdas econômicas diretas relativas ao produto interno bruto global causado por desastres, incluindo desastres relacionados à água, com foco na proteção dos pobres e das pessoas em situação de vulnerabilidade situações

11.6 Até 2030, reduzir o impacto ambiental per capita adverso das cidades, inclusive prestando atenção especial à qualidade do ar e à gestão de resíduos municipais e outros.

11.7 Até 2030, fornecer acesso universal a espaços verdes e públicos seguros, inclusivos e acessíveis, em particular para mulheres e crianças, idosos e pessoas com deficiência

11.A Apoiar vínculos econômicos, sociais e ambientais positivos entre áreas urbanas, periurbanas e rurais, fortalecendo o planejamento de desenvolvimento nacional e regional

11.B Até 2020, aumentar substancialmente o número de cidades e assentamentos humanos adotando e implementando políticas e planos integrados para inclusão, eficiência de recursos, mitigação e adaptação às mudanças climáticas, resiliência a desastres e desenvolvimento e implementação, em conformidade com o Quadro de Sendai para redução de riscos de desastres 2015-2030, gerenciamento holístico de riscos de desastres em todos os níveis

11.C Apoiar os países menos desenvolvidos, inclusive por meio de assistência financeira e técnica, na construção de edifícios sustentáveis ​​e resilientes, utilizando materiais locais


Ligações

Comentários