Porto Santo vai ser a primeira “ilha inteligente” do mundo

Renaul – Smart Fossil Free Island

O Grupo Renault e a EEM – Empresa de Eletricidade da Madeira, S.A. (EEM), produtor, e distribuidor de energia nas ilhas do arquipélago da Madeira, anunciaram o lançamento de um ecossistema elétrico inteligente para a ilha de Porto Santo, algo inovador a nível mundial.
A ilha de Porto Santo vai ser transformada num campo de testes para a transição do meio ambiente, através da eliminação dos combustíveis fósseis no fornecimento de energia elétrica.
Designado por “Porto Santo Sustentável – Smart Fossil Free Island”, tem como objetivo fazer a transição energética da ilha. A primeira Smart Island mundial usa os veículos elétricos, a segunda vida das baterias, o carregamento inteligente e a reversão do carregamento (V2G) para ser energeticamente independente e estimular a produção de energias renováveis.
Existe a intenção de implementar este ecossistema elétrico inteligente em todo o arquipélago da Madeira numa fase futura. Para a conceção deste ecossistema, o Grupo Renault utilizará não só os seus automóveis elétricos, mas também recorrerá a soluções tecnológicas testadas e comprovadas.
Numa primeira fase, 20 famílias/entidades voluntárias da ilha de Porto Santo usarão 14 unidades do modelo ZOE e seis unidades do Kangoo Z.E. em utilização quotidiana, viaturas que poderão ser carregadas de forma inteligente (smartcharging) em 40 postos de carregamento conetados, públicos e privados instalados na ilha.
Renault
Porto Santo Sustentável – Smart Fossil Free Island
Numa segunda fase, estes automóveis irão mais longe na sua interação com a rede elétrica e serão capazes de injetar eletricidade na rede nos picos de maior consumode eletricidade na ilha. Para além do carregamento inteligente, as viaturas também servirão de unidades de armazenamento temporário de energia.
Em terceiro lugar, as baterias em segunda vida, oriundas de modelos elétricos da Renault, irão armazenar a energia por definição intermitente produzida pelas centrais solares e eólicas do Porto Santo. Esta energia armazenada será restituída à rede quando tal for necessário.
FONTE: ZAP // Echo Boomer / Engadget

Comentários