Conferência de fundação ISA traz avanços concretos na Índia

Realizada no segundo domingo de março (11/03/2018) a Conferência de fundação da Aliança Solar Internacional (ISA) reuniu o presidente da França Emmanuel Macron junto ao primeiro ministro da Índia Narendra Modi.


A ISA que conta com o suporte do Banco Mundial, tem como meta mobilizar US$ 1 trilhão até 2030 para projetos solares. O objetivo da conciliação é juntar os 121 países que se encontram entre os Trópicos de Capricórnio e Câncer, que possuem mais de 300 dias de luz solar ao ano no projeto. Até o momento 61 países já se juntaram ao programa e 32 ratificaram o acordo, informou o primeiro ministro da Índia.

Macron destacou em seu discurso “Junto ao primeiro ministro Modi, gostaria que todos os que tomem a palavra hoje façam anúncios concretos sobre como vão desenvolver a energia solar em seus próprios países. Estamos obsessivos com resultados concretos. ”

Durante seu discurso, o presidente francês prometeu a designar 600 milhões de euros para planeamentos por meio da Agência Francesa de Desenvolvimento, aumentando a quantia retida para a cooperação no órgão para 1 bilhão de euros até 2022.

Modi realçou a importância de fazer com que a tecnologia se torne disponível para os países mais pobres, afirmando que é necessário suprir financiamento para essas nações em condições favoráveis.

O pedido da entrada do Brasil na ISA (MSC nº 94/2018) foi enviado pela Presidência da República ao Congresso Nacional no dia 26 de fevereiro desse ano e aguarda a avaliação.

Postar um comentário

0 Comentários