Atlantis para estudar o fluxo das marés japonesa

Turbina de corrente de maré AR1500 instalada na MeyGen (Foto: Atlantis Resources)

A empresa Atlantis Resources, de energia renovável, sediada em Edimburgo, e a Universidade de Nagasaki assinaram um acordo de colaboração para um estudo conjunto sobre as energias renováveis ​​oceânicas usando o fluxo das marés.

O estudo conjunto foi lançado para esclarecer o custo da energia com base na experiência do Atlantis de um projeto comercial no Reino Unido, e dados sobre o fluxo de maré fornecido pela Universidade de Nagasaki.


O Atlantis é o desenvolvedor do projeto de matriz de fluxo de maré MeyGen na Escócia, que é um dos maiores projetos comerciais de corrente de maré do mundo, com uma produção total de energia de cerca de 400MW na fase final.


Após a conclusão do estudo conjunto, a Universidade de Nagasaki disse que planeja passar para a próxima etapa para esclarecer os custos do projeto e o custo da energia no Japão.


O estudo será um passo importante para entender o potencial das renováveis ​​oceânicas no Japão, observou a Universidade de Nagasaki.

Comentários