Você sabe o que é uma árvore solar?


Uma árvore solar é na verdade uma estrutura tubular composta por vários painéis fotovoltaicos, capaz de produzir energia sustentável. Como parte do projeto de eficiência energética da Enel Distribuição Goiás, iniciamos este mês a instalação de três árvores solares em instituições de ensino de Goiânia e Itumbiara.

As estruturas metálicas, em formato de palmeira, são compostas por 10 painéis solares cada e vão ajudar as universidades a economizar energia. Já foram instadas três árvores: no campus Goiânia do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG); no campus Itumbiara do IFG e no campus Samambaia da Universidade Federal de Goiás.

Cada árvore possui 11 metros de altura, tem potência de 2.6 kWp e é capaz de gerar cerca de 300 KWh/mês, energia equivalente ao consumo médio mensal de duas famílias de quatro pessoas.

“A árvore funciona como uma pequena usina solar, aproveitando ao máximo a incidência da luz solar para gerar energia.”
– Odailton Arruda, Responsável por Eficiência Energética da Enel Brasil


Sustentabilidade e Eficiência Energética

A implementação de projetos de eficiência energética em instituições federais é estimulada pela Agência Nacional de Energia Elétrica. O objetivo é que as instituições públicas de ensino superior obtenham o selo A de eficiência energética do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia).

A iniciativa do Grupo Enel, inédita no Estado, contará com investimento total de R$ 18 milhões. Além das árvores solares, o projeto também contempla a substituição de cerca de 50 mil lâmpadas comuns pelo modelo LED – mais econômico – a troca dos chuveiros elétricos por um sistema de aquecimento solar da água e a instalação de estruturas de geração fotovoltaica nos telhados das instituições.

No decorrer do projeto, as instituições também receberão um sistema de gerenciamento e monitoramento da energia, que apontará os dados de geração, consumo e a redução do volume de gás carbônico lançado na atmosfera.

“Esse projeto é muito importante para o Instituto Federal de Goiás e colabora com as pesquisas e estudos que temos feito com foco em economia e geração de energia elétrica.”
– José Luis Domingos, professor e coordenador do projeto de eficiência energética do campus Goiânia do IFG


Etiqueta sustentável

O Programa Brasileiro de Etiquetagem, coordenado pelo Inmetro, avalia e fornece informações sobre produtos e instalações, considerando critérios como eficiência energética, segurança, impacto ambiental e relação custo/benefício. Sendo assim, todo prédio público novo ou reformado deve receber uma etiqueta dizendo o quanto são sustentáveis.

“Queremos servir de exemplo. Da nossa parte, o envolvimento será absoluto e total. Esse projeto tem tudo a ver com o que defendemos e acreditamos.”
– Edward Madureira Brasil, Reitor da Universidade Federal de Goiás

Postar um comentário

0 Comentários