As Vantagens da Nanotecnologia condizente ao Recurso Água


Há uma série de problemas básicos que provocam grandes tragedias e estão na origem do sofrimentos de muitas pessoas. Segundo um documento do Banco Mundial, a água constitui uma das principais preocupações das Nações Unidas. Quase a metade da população mundial não tem acesso a um sistema básico de saúde e quase 1'5 bilhões de pessoas não têm acesso a água potável.

De toda a água consumida no mundo, 67% é utilizada na agricultura e 19% na industria. A água para uso doméstico nem sequer chega 9%.

A fabricação molecular poderia substituir uma elevada percentagem da produção industrial. Além disso, uma grande parte da agricultura poderia ser trasladada a estufas e a água de uso doméstico pode ser tratada e reciclada.
Se tomarmos estas medidas, o consumo de água poderia ser reduzido um mínimo de 50% e, provávelmente, até 90%.

Uma série de doenças relacionadas com a agua levam à morte a miles, se calhar dúzias de miles de crianças ao día. Seria possível a prevenção de tudo isto com tecnologia básica, tecnologia que se pode fabricar de maneira nada dispendiosa, se houver fábricas económicas e portáteis.

A nanotecnologia molecular pode oferecer oportunidades semelhantes em muitas áreas.

Nos días de hoje, muita água é desperdiciada porque é quase pura, ainda que não cem por cento. As tecnologias de tratamento eléctrico e mecánico, simples e fiáveis, poderiam recuperar água poluída para uso do sector agrícola ou inclusive para uso doméstico. Estas tecnologias só precisam de fabricação inicial e uma pequena fonte de energia. 100% das bacterias, vírus e até priões pode ser eliminado através de filtros físicos com poros de escala nanométrica. Uma tecnologia de separação eléctrica que atraia iões a láminas supercapacitor podem eliminar sais e metais pesados.

A capacidade de reciclar água de qualquer fonte para qualquer uso poderia poupar enormes quantidades de água e permitir a utilização de recursos de água que até agora não eram aproveitáveis. Também possibilitaria a reutilização de fontes de água suja de plantas agrícolas e industriais. Se controlarmos os residuos, a água pode ser filtrada, concentrada e até purificada e, assim, pode utilizar-se de maneira rentáel.


Tal como acontece com tudo aquilo construído através da nanotecnologia molecular, os custos iniciais de fabricação de um sistema de tratamento de água seriam muito reduzidos, tal como o custo energético. Os elementos de filtro mais pequenos poderiam ser controlados e limpos através de pequenos actuadores e materiais de filtro bem estructurados. Poderiam integrar-se unidades de filtro auto-contidas completamente automatizadas em eficazes sistemas escaláveis.

Postar um comentário

0 Comentários