Segundo analistas, energias renováveis deverão ser praticamente de graça até 2030

O petróleo, atualmente, domina a produção de energia mundialmente, no entanto, pesquisas realizadas por analistas do banco de investimento suíço UBS revelaram que a queda nos custos da produção de energias renováveis, junto ao aumento da adesão delas, deve fazer com que esse tipo de energia limpa seja praticamente de graça até 2030.

O exemplo foi dado em uma entrevista para o Financial Times, onde foi citado que, no ano de 2010, ferver água utilizando a energia solar custaria apenas £ 0,03. No ano de 2020, a estimativa dos analistas é que o custo seja ainda mais baixo e, em 2030, o valor será quase nada! Os analistas responsáveis pelo estudo afirmam que esta previsão é benéfica para o planeta e também para a economia em geral.

Segundo os especialistas, as energias renováveis são denominadas assim justamente por não consumirem recursos finitos, que acabam, para serem produzidas. As energias renováveis utilizam recursos infinitos, ou seja, que são naturais e abundantes! Já a energia comum, queima combustível para produção de energia, sendo considerada poluente e de alto custo.


As previsões realizadas pelos analistas do UBS consideraram o mercado europeu, porém, no Brasil, o setor também registra números de crescimento. De acordo com o Ministério de Minas e Energia, a busca por energias renováveis deve saltar para 200%, e a região do Nordeste é considerada como a mais preparada para atender ao crescimento por meio da produção de energia solar e eólica.

A cada ano que passa, pesquisas mostram que as energias renováveis ganham cada vez mais força e adeptos. Este tipo de energia pode apresentar um custo menor do que o custo das fontes poluentes. A indústria de energias renováveis é atrativa e a tendência é que se torne mais acessível levando em consideração a relação custo-benefício.

As tecnologias utilizadas neste segmento são modernas e altamente eficazes, estudos e pesquisas inovadoras facilitam a criação de equipamentos potentes que são capazes de suprir a demanda elétrica e substituir a energia comum. Seja qual for o tipo de energia renovável, as vantagens são inúmeras! Segundo estudos, substituir combustíveis fósseis por energias renováveis poderia reduzir as emissões globais de gases de efeito estufa em 62%.

O Brasil é considerado um país com grande potencial de fontes renováveis e possui uma quantidade imensa de recursos disponíveis. A demanda por energia elétrica no Brasil deve triplicar até o ano de 2050, de acordo com estudos da Empresa de Pesquisa Energética (EPE) e, assim, as fontes renováveis devem virar protagonistas neste cenário. De acordo com a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), o Brasil está caminhando para avançar no aproveitamento desse grande potencial energético.

FONTE: Portal Solar

Postar um comentário

0 Comentários