O projeto MeyGen ajuda a impulsionar o crescimento da receita do Simec Atlantis


A empresa anunciou receitas interinas de £ 1,3 milhão no período comparado a zero no mesmo período do ano passado.

A Simec Atlantis , a empresa de energia por trás do projeto de geração de maré da MeyGen no Pentland Firth, disse hoje que espera que o projeto volte à força total em breve.

Duas das quatro turbinas do projeto estão fora de ação enquanto são submetidas a reparos e manutenção, mas em uma atualização a empresa informou que as devolveria para serviço no último trimestre do ano.
"Estamos ansiosos para um inverno muito produtivo", disse o chefe-executivo Tim Cornelius.
O projeto MeyGen já exportou mais de 8 gigawatt-hora de energia para a rede. A empresa recentemente revelou uma nova turbina que é a mais poderosa do mundo e que pode ser implantada em fases futuras do projeto MeyGen.

Cornelius disse que a nova turbina também abrirá novas oportunidades de desenvolvimento de projetos no Reino Unido, França, Ilhas do Canal, Coréia do Sul, Japão e China, já que os custos reduzem e a confiabilidade continua melhorando.

A atualização veio quando a empresa anunciou receitas interinas de £ 1,3 milhão no período comparado a zero no mesmo período do ano passado. A maior parte das receitas veio da operação da MeyGen. As perdas do grupo para o período subiram para £ 9,1 milhões de £ 3,2 milhões, uma vez que a empresa continuou a investir fortemente no desenvolvimento.

A empresa está atualmente envolvida em um grande projeto para converter uma usina elétrica movida a carvão em South Wales para usar material residual.

Em dezembro passado, o Atlantis concordou em comprar a Uskmouth sob um acordo que fez com que o braço de energia SIMEC do grupo de metais GFG se tornasse um dos principais acionistas da Atlantis e levou a uma mudança de nome.

O acordo também dá à Atlantis o direito de primeira oferta em um portfólio de ativos de geração de energia renovável atualmente pertencentes ou adquiridos pela Aliança GFG que comprou a usina de fundição de alumínio em Fort William da Rio Tinto em setembro passado em um negócio de 330 milhões de libras. O SIMEC também adquiriu a operadora de usinas hidrelétricas escocesas Green Highland Renewables.

Adam Forsyth, analista do corretor da casa Cantor Fitzgerald Europe, disse que a empresa "continua a avançar para a sua transformação em um grande fornecedor global de energia renovável".

Postar um comentário

0 Comentários