Inglaterra testa ônibus que filtra o ar enquanto roda


O primeiro ônibus que filtra o ar do Reino Unido foi colocado em teste nas ruas da cidade britânica de Southampton. O objetivo da iniciativa é ajudar a combater os altos níveis de poluição do ar verificados em toda a região.

O filtro foi instalado no teto do ônibus Bluestar, operado pela empresa de transporte público Go-Ahead, e o objetivo é que limpe até 99,5% das partículas, informa a companhia. Segundo os técnicos que desenvolveram o filtro, o equipamento foi projetado para reter esse material contaminante enquanto o ônibus se move, deixando para trás um ar quase puro, garantem.

“Como o veículo remove as partículas ultrafinas do ar enquanto percorre sua rota, ele pode ajudar efetivamente na resolução do problema da qualidade do ar urbano. Imagine a mudança que poderíamos promover se todos os ônibus contassem com uma tecnologia como essa?”, destaca David Brown, CEO da Go-Ahead.

Para este projeto piloto, a cidade portuária de Southampton foi escolhida por ter sido alertada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), no início deste ano, que ali se atingiu o limite máximo de poluição do ar tolerado. Em 2015, a municipalidade foi avisada – juntamente com as cidades de Derby, Birmingham, Nottingham e Leeds – que deve entregar planos de redução das suas altas taxas de contaminação do ar.

Especialistas estimam que a poluição causa até 40 mil mortes prematuras por ano no Reino Unido. No mês passado, um grupo de 17 líderes de Southampton pediu que o governo tome medidas urgentes, tendo em vista a “crescente crise de saúde pública relacionada à poluição”.

Emissão zero

A representante da organização ambiental ClientEarth, Andrea Lee, afirma que “é bom ver iniciativas inovadoras para limpar o ar sujo que respiramos. No entanto, isso não deve tirar a prioridade real de não causar poluição em primeiro lugar”. E concluiu: “Precisamos de veículos mais limpos nas vias. Em outras palavras, gostaríamos de ver os ônibus de emissão zero sendo usados como padrão.”

Após o período de testes de três meses da instalação da tecnologia no ônibus que filtra o ar é que será avaliada a eficácia real do filtro. A expectativa é de que o filtro ganhe um peso extra, devido à retenção dos poluentes, e este resultado será o indicativo do sucesso ou não do equipamento. Se o filtro for aprovado, o próximo passo, diz a Go-Ahead, será lançar o sistema para toda a sua frota de 4.600 ônibus.

Fonte: Mobilize

Postar um comentário

0 Comentários