Brasil é quinto maior mercado eólico do mundo


O Brasil foi o quinto maior mercado eólico onshore do planeta em 2018. Os dados do relatório anual do Conselho Global de Energia Eólica (GWEC, sigla em inglês) divulgado nesta terça-feira (26), mostram que no final do ano passado foram instalados 591 GW de capacidade eólica no mundo.

De acordo com análise do Centro de Estratégias em Recursos Naturais e Energia (CERNE), o número representa um crescimento de 9,6% em comparação ao valor apurado no mesmo período de 2017.

O documento também destaca que em 2018 foi instalado 51,3 GW em energia eólica no planeta, isso representa um decréscimo de 3.6% em relação ao ano de 2017 (53,2 GW). “O mercado eólico global segue estável desde 2014, instalando cerca de 50 GW a cada ano”, disse o Diretor Setorial de Infraestrutura e Energia do CERNE, Milton Pinto.

O mercado offshore global, que compreende a instalação de usinas eólicas no mar, cresceu 0,5% no ano passado, com 4,49 GW em novas instalações, comparado aos 4,47 GW em 2017.

Os relatório listou os cinco países que mais instalaram energia eólica onshore no último ano:
  • China (21,20 GW)
  • Estados Unidos (7,58 GW)
  • Alemanha (2,40 GW)
  • Índia (2,19 GW)
  • Brasil (1,93 GW)
Os números mais recentes divulgados pelo GWEC compõem as estatísticas do Relatório Global de Energia Eólica, principal publicação do Conselho. O relatório completo, que será divulgado em abril, oferece um cenário abrangente do setor global de energia eólica e uma visão geral das tendências, fornecimento corporativo e mudanças em modelos de negócio.

Postar um comentário

0 Comentários