A cidade de Americana, no Brasil, terá uma nova usina solar


Com investimento de R$ 4,6 milhões (US$ 1,1 milhão), o projeto inclui 3.320 módulos e uma potência de 1,12 MW, capaz de gerar 1.771 MWh / ano, o suficiente para abastecer 738 domicílios com consumo média de 200 kWh / mês durante o período.

O prefeito da cidade de Americana (São Paulo, Brasil), Omar Najar, eo secretário de Meio Ambiente, Odair Dias, entregue a CPFL Soluções, empresa CPFL Energia, licenciamento e instalação para a construção da Fotovoltaica América Solar planta do Grupo CPFL em Americana. O encontro aconteceu nesta segunda-feira e contou com a presença do Diretor Comercial de Soluções em Energia da CPFL Soluções, Flávio de Souza; o diretor de Relações Institucionais e Sustentabilidade da CPFL Energía, Rodolfo Sirol; e o coordenador de Relações Institucionais do Grupo CPFL, Sebastião Arcanjo.

Com investimento de R $ 4,6 milhões (US $ 1,1 milhão), o projeto inclui 3.320 módulos e uma potência de 1,12 MW, capaz de gerar 1.771 MWh / ano, o suficiente para abastecer 738 domicílios com consumo média de 200 kWh / mês durante o período. A nova planta será instalada na Avenida São Jerônimo, no bairro São Jerônimo. As obras começarão em julho e devem terminar em dezembro deste ano.

A iniciativa pode reduzir a conta de energia dos clientes que estão conectados a esse tipo de geração em até 95%.

A gestão da empresa elogiou o comprometimento da Secretaria do Meio Ambiente e a rapidez na concessão da licença. "Quero parabenizar o prefeito e a equipe de secretaria, que completaram os procedimentos burocráticos antes do prazo final. Recebemos a aprovação em tempo recorde e estamos muito felizes por essa parceria ", afirmou o diretor Rodolfo Sirol.

Postar um comentário

0 Comentários