BÓIA DO OSIL MONITORA EROSÃO COSTEIRA

OSIL forneceu uma bóia ao projeto HERMES para monitorar a erosão costeira. Foto: OSIL

A fabricante mundial de sistemas marinhos, Ocean Scientific International (OSIL), forneceu uma plataforma de bóia de dados ao centro de pesquisa e desenvolvimento 'Orion' para uso como estação de monitoramento em tempo real em um projeto financiado pela UE que gerencia a erosão costeira.

A Estrutura Harmonizada de Gerenciamento de Corrosão Costeira para Melhorar a Implementação do Projeto do Protocolo de Gerenciamento da Zona Costeira Integrada (HERMES) exigiu uma plataforma com a capacidade de registrar um perfil completo de correntes de coluna de água, variações de maré, parâmetros de onda e concentrações de matéria específica suspensas estimadas, com os dados transmitidos para uma estação base em terra em tempo real.

A bóia de andorinha-vermelha OSIL de 1.2m oferece uma plataforma de alta visibilidade com um sistema de comunicação GPRS ideal para o local de instalação, dada a proximidade da costa e de um local popular de mergulho de naufrágio.

A bóia robusta é equipada com um Nortek AWAC montado no fundo do mar para fornecer perfis de corrente tridimensionais em células com espessuras de 0,25 a 4m. O perfilador acústico de corrente Doppler é adicionalmente fornecido com uma placa Prolog para processamento interno de ondas, e também pode ser usado para estimar cargas de sedimentos suspensos.


O software da estação base fornecido pelo OSIL dá aos usuários finais controle sobre os dados exibidos a partir da bóia de monitoramento, destacando a capacidade da OSIL de adaptar sistemas de bóias individuais para atender a requisitos específicos do projeto.

De Rebecca Strong

Postar um comentário

0 Comentários