Corn Island, na Nicarágua, terá energia renovável


A Enatrel está concluindo a instalação de um sistema solar fotovoltaico e térmico híbrido com acumuladores que garantirão 2,1 MWp de energia renovável no arquipélago.

Corn Island, um município de cerca de 16 km e 10 mil habitantes localizado no sul do Caribe da Nicarágua formado pela Ilha Great Corn e Little Corn Island, quer se tornar uma ilha verde.

Lá, a empresa estatal de transmissão elétrica da Nicarágua (Enatrel) está concluindo a instalação de um sistema solar fotovoltaico e térmico híbrido com acumuladores que garantirão 2,1 MWp de energia renovável no arquipélago, de acordo com a companhia elétrica.

O projeto deverá ser concluído e colocado em operação em meados de junho. Nesta semana, uma missão técnica do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), em coordenação com as autoridades do Ministério de Minas e Energia (MEM) e da Enatrel, visitou as instalações da usina.

US $ 5,9 milhões foram investidos em sua construção: o governo da Nicarágua contribuiu com US $ 1,9 milhão e o restante com fundos do BID.

"Fomos acompanhados pelo representante do BID, que dirige a área de energia para toda a América Latina, e ficou satisfeito com a rápida construção da fábrica, também por causa do tipo de tecnologia que está sendo usada, já que as baterias de lítio têm uma maior eficiência e não poluem; neste momento a Ilha do Milho é o primeiro sistema deste tipo, ou seja, instalado em uma ilha, dotado dessa capacidade e tecnologia, também é eficiente em custo, pois é inferior a similares como as das Ilhas Galápagos ", disse Salvador Mansell, presidente da Enatrel.

A delegação do BID também visitou o Teatro Nacional Rubén Darío, onde foi instalada uma pequena usina solar, da qual não foram fornecidos mais dados.

Postar um comentário

0 Comentários