Energia renovável supera carvão pela primeira vez na história dos EUA


Em abril, pela primeira vez na história dos EUA, espera-se que o setor de energia renovável tenha gerado mais eletricidade total do que o carvão. De acordo com um relatório inicial do Instituto de Economia da Energia e Análise Financeira, essa conquista é parcialmente devido ao aumento do investimento e conscientização, mas também pode ser devido a mudanças sazonais no consumo de eletricidade.

"Cinco anos atrás, isso nunca estaria perto de acontecer", disse Dennis Wamstead, analista de pesquisa do IEEFA, no relatório. "A transição que está acontecendo no setor elétrico nos Estados Unidos tem sido fenomenal."

Americanos exigem mais energia renovável

De acordo com o relatório do IEEFA, houve aumento do investimento no campo eólico e solar, tornando a tecnologia menos dispendiosa e mais amplamente acessível. O aumento da conscientização sobre as mudanças climáticas e o papel das emissões de carbono também levou os governos locais, empresas e moradores a demandarem políticas e serviços de energia renovável.


As fontes de energia renovável incluem energia hidroeléctrica, geotérmica, solar, eólica e de biomassa, embora a energia solar e eólica sejam os dois sectores que registaram a mais rápida subida.

Na verdade, até mesmo grandes empresas de energia estão se voltando para a energia renovável. A gigante de energia Xcel Energy fechou 25% de suas usinas de carvão e planeja fornecer eletricidade com zero de carbono até 2050.

O carvão ainda reina no verão

Embora essa conquista recordista seja estimulante, especialistas em energia também disseram que isso poderia ser parcialmente explicado pelas demandas sazonais de eletricidade. Muitas empresas encerraram temporariamente as usinas de carvão para manutenção sazonal na primavera, quando as demandas de eletricidade são menores. Há também uma abundância de energia eólica e hidrelétrica durante esse período. No entanto, quando as pessoas começam a ligar seus aparelhos de ar-condicionado por volta de junho, espera-se que a produção de eletricidade seja dominada pelo carvão e pelo gás natural novamente.

Apesar das tentativas do governo federal atual de impulsionar a indústria do carvão, o consumo de carvão tem diminuído constantemente. Em 2016, o gás natural ultrapassou o carvão como a maior fonte de eletricidade da América, com o carvão contribuindo com 27% da eletricidade e o gás natural contribuindo com 35%. Embora seja mais limpo que o carvão, o gás natural ainda é um combustível fóssil e, portanto, contribui para as mudanças climáticas.

O relatório também prevê que a energia renovável superará o carvão em maio, e daqui para frente competirá esporadicamente com o carvão mensalmente. No entanto, espera-se que o carvão e o gás natural dominem os padrões de consumo anuais por mais alguns anos.

FONTE: IEEFA, Via CNN

Postar um comentário

0 Comentários