Fórum debate o potencial do RS para gerar energia solar


Em sua primeira edição, o Fórum Estadual de Energia Solar e Eficiência Energética ocorrerá hoje e amanhã, com palestras, painéis e apresentação de cases.

Em sua primeira edição, o Fórum Estadual de Energia Solar e Eficiência Energética ocorrerá nesta quarta e quinta-feira, com palestras, painéis e apresentação de cases, na Fundação Casa das Artes, em Bento Gonçalves. O evento vai discutir os rumos da geração solar nos próximos anos e reunirá empresários, profissionais do setor, gestores de órgãos públicos, pesquisadores e estudantes.

Com o objetivo de fortalecer o mercado gaúcho nessa área, o fórum também vai proporcionar o Espaço de Negócios. Além disso, na sexta-feira será realizado outro evento, o workshop Comissionamento de sistemas fotovoltaicos, com a intenção de qualificar o setor. “Os assuntos apresentados terão o objetivo de reforçar as boas práticas do setor, discutir a legislação vigente, apresentar cases inspiradores e oportunidades de negócios”, explica o coordenador do fórum, Tiago Cassol Severo.

Os debates vão tratar sobre o potencial brasileiro, em especial o gaúcho. Temas como o mercado fotovoltaico, oportunidades e desafios, gestão no setor de energia, financiamentos para projetos, cadeia produtiva para energia solar e eficiência energética, legislação, comissionamento e regulação na área de energia solar e geração distribuída estão na programação.

Na abertura do evento, o diretor do Departamento de Energia da Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura do Estado, Eberson José Thimmig Silveira, professor de Engenharia Elétrica e Especialização em Energias Renováveis na PUC/RS, abordou o Panorama energético no Brasil.

Paralelamente às palestras e aos painéis, o fórum contará com o Espaço de Negócios, com 17 empresas. O espaço será visitado gratuitamente pelo público, mesmo quem não estiver participando da programação, das 8h30 às 18 horas. A programação ainda prevê, amanhã, a inauguração de projetos de eficientização do sistema de iluminação da Universidade de Caxias Sul (UCS), com 58 painéis solares, totalizando 18,5kW de potência.

Por: Redação Gazeta do Sul

Postar um comentário

0 Comentários