Peru planeja usar energia solar para eletrificar Iquitos

Uma usina solar, telhados solares e projetos de eletrificação rural com fotovoltaica, entre as propostas do vice-ministro da Eletricidade para atender a demanda de energia da região de Loreto.

Foto: Ministério de Energia e Minas do Peru

A Vice-Ministra da Eletricidade do Peru, Patricia Elliot, participou de uma Mesa Técnica em Loreto, onde apresentou as alternativas para atender a demanda energética da região.

Entre eles, pensou-se em desenvolver projetos de geração com energia solar para o Loreto "que permitam diversificar a oferta elétrica garantindo a confiabilidade do fornecimento a um custo menor", afirmou o vice-ministro.

As alternativas do Executivo para atender à demanda de energia em Iquitos incluem a promoção do desenvolvimento de um projeto de geração a partir de uma usina solar de Iquitos e das cidades com maior número de habitantes da região; e simplificar as intervenções destinadas a colmatar lacunas no acesso à eletricidade em Loreto através de projetos de eletrificação rural. "Há espaço para promover programas pilotos de telhados solares em Iquitos, que começariam em entidades públicas", afirmou.

O programa de eletrificação rural desenvolvido pelo Ministério de Minas e Energia inclui projetos para mais de 300 milhões de soles (cerca de 89 milhões) em execução até 2021 a beneficiar mais de 180.000 pessoas de diferentes partes do país, incluindo alguns de Loreto.

Em 23 de novembro, a Comissão Setorial foi criada para garantir o desenvolvimento integral e sustentável da energia na região de Loreto. O grupo de trabalho determinou que Iquitos tem potencial para o desenvolvimento de usinas de geração com recursos de energia renovável não convencional, como solar e biomassa.

Postar um comentário

0 Comentários