Acciona inicia a construção de um parque solar de 64 MW no norte do Chile

A usina fotovoltaica Usya está localizada no município de Calama, na região de Antofagasta. É o terceiro projeto fotovoltaico da empresa espanhola no Chile.

A planta de El Romero Solar de Acciona no deserto de Atacama, Chile. De Stock: Acciona

A Acciona Energía iniciou a construção no Chile da usina fotovoltaica Usya, a terceira com tecnologia solar instalada na região de Atacama.

A instalação terá 187.200 módulos em estruturas fixas e será executada em uma área de 105 hectares. A construção do projeto deve ser concluída até meados de 2020.

A planta situa-se no município de calama na região do Chile Antofagasta terão uma potência máxima de 64 MW (DC) gerado anualmente e a energia livre de emissões estimado em 146 GWh. "Com o início da construção de Usya, Acciona está se materializando o plano de investimento para 600 milhões de dólares anunciados no ano passado para construir quatro novas instalações de energia limpa para o Chile", disse a empresa em uma nota.

O projeto apoiará principalmente o contrato de fornecimento de eletricidade assinado com a Empresa Nacional de Mineração (ENAMI).

Outra usina de 61 MW está sendo construída nos municípios de Chañaral e Diego de Almagro, a 17 quilômetros da cidade . A empresa também concluiu a planta de 246 MW El Romero Solar em 2016.

A Acciona Energía atualmente tem 291 MW em operação no Chile e sua intenção é ultrapassar 2.000 MW na América Latina em 2020.

Postar um comentário

0 Comentários