Cuba na geração de energia fotovoltaica

A EFF Solar inicia o desafio de instalar uma usina solar em uma ilha que recebe os fortes furacões do Caribe.

Imagem: Secretaria de Energia

De acordo com um relatório da agência de notícias Prensa Latina, a empresa alemã EFF Solar iniciou a construção de uma usina solar que irá gerar uma capacidade de 5 MW, equivalente à economia de 2.400 toneladas de petróleo, dos quais os hidrocarbonetos a maior das ilhas das Antilhas é escassa.

A infra-estrutura, que já possui certificações para lidar com furacões de nível cinco dos mais devastadores que são gerados na região, será construída em uma área de 8,6 hectares da Vila de Santo Antônio de Las Vegas, na província de Mayabeque.

A tecnologia e o financiamento do trabalho em sua totalidade são de responsabilidade da empresa alemã, o que confirma o interesse do país europeu no desenvolvimento econômico e de infraestrutura do governo de Havana.

De acordo com o plano de construção, a usina estará pronta durante o próximo mês de novembro.

O plano nacional de infra-estrutura de Cuba, contemplou a substituição dos 25% da matriz elétrica por energia fotovoltaica, país com grande potencial na matéria.

A EFF Solar pretende com esta usina de energia incentivar os investidores alemães a participarem em diferentes áreas da economia da ilha.

Gunther Neubert, do escritório alemão de promoção de comércio e investimento em Cuba: "Estamos apoiando esse processo convidando delegações empresariais do meu país para fortalecer as relações entre os dois mercados". Para a Alemanha, Cuba é um país seguro para fazer investimentos.

Postar um comentário

0 Comentários