Enel e mineradora Collahuasi assinam o maior contrato de energia 100% renovável certificado no Chile

Uma planta fotovoltaica da Enel. Imagem: Enel

O acordo, que entrará em vigor em 1 de abril de 2020, será o primeiro totalmente renovável a entrar em vigor na indústria de mineração, e permitirá que Collahuasi tenha uma matriz totalmente verde.

A mineradora Dona Inês de Collahuasi SCM, após o seu último processo licitatório, concedeu à Enel Generación Chile o fornecimento de eletricidade de aproximadamente 1 TWh / ano, o maior contrato de energia 100% renovável certificado no país.

O acordo durará 10 anos e começará a vigorar a partir de 1º de abril de 2020, o que o torna 100% renovável a entrar em vigor na indústria de mineração e permitirá que Collahuasi tenha uma matriz totalmente verde.

Com este acordo, assinado pelo CEO da Collahuasi, Jorge Gomez e gerente geral da Enel, Paolo Pallotti, a mineradora rescinde o contrato de fornecimento de energia associada com a facilidade Central Termoeléctrica Tarapaca que está dentro da descarbonização plano recentemente anunciado pela autoridade.

O contrato com a Enel estabelece como um de seus pontos centrais que a energia vem de qualquer fonte renovável gerada em suas diferentes usinas e, portanto, é certificada 100% renovável.

Ministro de Mineração do Chile, Baldo Prokurica, descreveu o acordo como um sinal claro de compromisso com o meio ambiente: "A indústria está se movendo em direção a uma mineração mais sustentável, já que hoje não só estão vendo o compromisso da mina Collahuasi, mas também outras empresas como a BHP e Antofagasta Minerals que fecharam contratos para operar nos próximos anos. "

Ele também ressaltou que "esta mudança que estamos vendo, visa ter um ambiente muito mais limpo, mas também reduz custos".

Postar um comentário

0 Comentários