Nova planta de 100 MW planejada na República Dominicana

A Comissão Nacional de Energia e a empresa Natural World Energy Corporation construirão um parque solar em Villarpando, Azua, com investimento de mais de US$ 110 milhões e capacidade instalada de 100 MW.

O Monte Plata Solar, de 30 MW, foi construído pela Soventix na República Dominicana. Soventix

O diretor-executivo da Comissão Nacional de Energia (CNE), Angel Cano, assinou uma concessão definitiva à empresa Dominicana Natural World Energy Corporation (NWEC) para construir um parque solar em Villarpando, Azua, com um investimento dos EUA US$ 110 milhões e uma capacidade instalada de 100 MW.

Segundo informações da CNE em seu portal, a usina vai gerar 70 empregos diretos permanentes e 400 no processo de construção. Além disso, segundo dados da CNE, o Estado dominicano poupará mais de US$ 30 milhões anuais em importações de petróleo e gerará eletricidade equivalente ao consumo de 195 mil residências.

A empresa terá um prazo de seis meses para iniciar as obras a partir da data de assinatura do contrato de concessão definitivo e um prazo para concluir as obras por dois anos desde o início.

O acordo também concede um prazo de 25 anos para a concessão, com a opção de renovar por um novo período.

Recentemente, o Conselho de Administração da CNE autorizou a concessão de 12 concessões provisórias para novos projetos de geração de energia elétrica a partir de fontes renováveis, totalizando 874 MW. Entre eles, está o maior projeto solar da República Dominicana, a usina solar EDP-Baní Solar, de 200 MW.

Postar um comentário

0 Comentários