Piauí abre licitação para projetos de miniusinas para geração de energia solar fotovoltaica

Os projetos de PPP do Centro de Convenções de Teresina e de Miniusinas de Energia Solar fotovoltaica estão em consulta pública.



As audiências públicas também estão marcadas para os dias 26 de junho e 02 de julho, respectivamente, às 09h no Auditório da Agência de Tecnologia de Informação, no Centro Administrativo.

O objetivo desta fase é que as empresas interessadas e os diversos setores da sociedade possam enviar sugestões acerca dos projetos.

De acordo com a superintendente de parcerias e concessões, Viviane Moura, essa metodologia de trabalho permite intensificar a articulação entre o Governo e a sociedade no que diz respeito aos projetos de PPP, além de atribuir maior transparência e competitividade à licitação.


"Esses projetos estão em início de processo licitatório. Feita a audiência pública, a gente vai para a fase de recebimento das propostas, ainda no mês de agosto", explica a gestora.

Centro de Convenções

Segundo Viviane Moura, o projeto do Centro de Convenções prevê a finalização da obra e a estruturação do espaço, a fim de atender a demanda de eventos da capital, aproveitando a crescente do turismo de eventos e negócios no país.

"O interesse do Governo é fazer com que esse equipamento público passe a funcionar, promovendo uma gestão eficiente. Isso vai fazer com que toda a cadeia do turismo na capital também se desenvolva, como hotéis e restaurantes, trazendo benefícios diretos à população, com a geração de emprego e renda", completa Viviane.


Com a parceria, o Centro de Convenções passará a contar com auditório de 1.116 lugares, salas de convenções simultâneas, estacionamento coberto e externo, restaurante, além de toda a estrutura de backstage.

Miniusinas de Energia Fotovoltaica


Com o intuito de incentivar a autosuficiência de energia para atender prédios da Administração Pública estadual, o projeto de PPP das Miniusinas de Energia prevê a implantação de oito sistemas de minigeração de energia, com capacidade para 5MW cada, para posterior injeção da produção na rede da concessionária de energia elétrica e compensação com a energia utilizada pelo governo.

As miniusinas serão instaladas nos municípios de Cabeceiras, Caraúbas do Piauí e Canto do Buriti e outros de escolha e aprovação do poder público.

A proposta é que o Estado produza a sua própria energia e lance na rede de distribuição para que seja compensada com o consumo pelos órgãos do governo, representando uma economia para o governo.

"Vamos tornar a administração pública do estado autossustentável em relação à própria demanda de energia elétrica. Gerar energia, jogar na rede e o equivalente monetário de energia gerada será compensado com o consumo de energia do estado. Será mais desenvolvimento e movimentação da economia no Piauí", garante Viviane Moura.

Para ter acesso aos dados do projeto, é necessário acessar o site, (www.ppp.pi.gov.br). As sugestões podem ser enviadas para os e-mails: (centrodeconvencoes@ppp.pi.gov.br e miniusinas@ppp.pi.gov.br), durante o periodo da consulta pública.


Postar um comentário

0 Comentários