Transelec constrói linha para conectar 293 MW de energia solar em Atacama

A nova linha de transmissão conectará duas usinas solares de larga escala da empresa irlandesa Mainstream ao Sistema Elétrico Nacional do Chile.

Uma usina solar da Total Solar em Atacama, no norte do Chile. Imagem: Total Solar

Transelec, empresa líder em transmissão de energia elétrica do Chile, assinou um contrato com a empresa irlandesa Mainstream Renewable Power para construir uma nova linha de transmissão de 220 kV para conectar dois parques solares para o sistema elétrico nacional do Chile: o Solar Parque Rio Escondido 170 MW e 123 MW planta Valle Escondido.

A construção da nova linha de 55,5 km, que será conectada à subestação Cardones, começará no segundo semestre deste ano.

Ambos os projetos estão sendo realizados pela Mainstream em Tierra Amarilla, na região norte do Atacama. Conforme relatado pela Transelec em sua nota, o projeto do Río Escondido já tem sua Resolução de Qualificação Ambiental (RCA) aprovada. No final de dezembro, a Mainstream anunciou a entrada do projeto solar Valle Escondido de 105 MW no Sistema de Avaliação do Impacto Ambiental (SEIA). A Mainstream recebeu 1.300 MW no concurso de eletricidade de 2016.

A Transelec é uma empresa de distribuição de 78% do Sistema Interligado Central do Chile e 100% do Sistema Interligado do Grande Norte (SING). Em setembro de 2017, comprou a subestação Don Héctor, localizada perto do projeto solar Pelicano, uma usina fotovoltaica de 100 megawatts que a fabricante de módulos US SunPower.

Postar um comentário

0 Comentários