Vento em Burgos: Enel Spain e seu parque eólico

Endesa, através de sua subsidiária de energia renovável Enel Green Power Spain (PFGE) iniciou a construção da Expansão parque eólico Los Llanos, com uma capacidade de 20 megawatts (MW), que acontece nos municípios de Cogollos e Hontoria de la Cantera, na província de Burgos. O investimento será de cerca de 23 milhões de euros.


"Este novo parque eólico é o mais recente marco na expansão de nossa pegada renovável que ajudará a diversificar ainda mais o mix de geração da Espanha e atingir as metas de energia verde do país", disse José Bogas , CEO da Endesa. "Continuamos comprometidos em promover ativamente o mais alto nível de inovação e sustentabilidade na construção e operação do projeto, enquanto aproveitamos a riqueza de recursos renováveis ​​na Espanha para produzir energia limpa".

Expansão Los Llanos vai estar operacional até o final de 2019. Quando em funcionamento, terá capacidade para gerar cerca de 78 GWh por ano, o que evitará a emissão anual de cerca de 54.000 toneladas de CO 2 para a atmosfera. O parque, que será conectado pela subestação EGPE existente em Cogollos, será equipado com dez turbinas de dois megawatts de potência unitária.

Para a construção deste parque, EGPE empregam várias ferramentas e técnicas inovadoras: a empresa vai testar a primeira vez em Espanha, o uso de uma base pré-fabricadas por dez torres eólicas, economizando tempo de construção e reduzir o impacto ambiental de sua construção no local. Além disso, a EGPE utilizará drones para levantamento topográfico, rastreamento inteligente de componentes de turbinas, plataformas digitais avançadas e soluções de software . monitorar e apoiar as atividades e o start-up da planta remotamente. Estas ferramentas e soluções permitirá uma coleção mais rápido, mais preciso e confiável nos dados de atividades de trabalho, o que aumenta a qualidade global da construção e facilita a comunicação entre computadores localizados no interior e área de trabalho fora.

A construção será baseada no modelo «Sustainable Construction Site» da Enel Green Power, incluindo a instalação de painéis solares fotovoltaicos para cobrir parte das necessidades energéticas do local. Além disso, as medidas de economia de água serão realizadas por meio da instalação de tanques de água e sistemas de coleta de águas pluviais; Uma vez concluídas as obras, os painéis fotovoltaicos e os equipamentos de economia de água serão doados aos municípios onde os projetos estão localizados para uso público. 

Um ponto de carregamento para veículos elétricos será instalado no canteiro de obras do projeto para uso dos trabalhadores. Além disso, em consonância com o modelo "Creating Shared Value" do Grupo Enel, que visa combinar o desenvolvimento donegócios com as necessidades da comunidade local, EGPE implementar iniciativas sociais em benefício das comunidades envolventes, incluindo cursos de formação em operação de turbinas eólicas.

Ampliação Los Llanos faz parte dos 540 MW que a EGPE recebeu nos leilões de energia renovável organizados pelo Governo em maio de 2017. Quando entrarem em operação, as novas instalações vão gerar um total de 1.750 GWh por ano. Além desta fábrica em Burgos, os parques eólicos estarão localizados em Aragão, Andaluzia, Galiza e Castela-La Mancha. Dos 540 MW concedidos, até o momento a empresa já começou a trabalhar em 14 usinas (incluindo esta), que somam uma capacidade de 410 MW e uma capacidade de geração, quando entrar em operação, de mais de 1.300 GWh por ano, o que evitará a emissão anual de cerca de 900.000 toneladas de CO 2para a atmosfera. A EGPE também recebeu 339 MW de capacidade de produção de origem solar no terceiro leilão do governo, realizado em julho de 2017, na Extremadura e Múrcia.

A construção das instalações eólica (540 MW) e solar (339 MW), concedidas nos dois últimos leilões, envolverá um investimento de mais de 800 milhões de euros até 2020. Esta capacidade de 879 MW adicionais deverá aumentar em 52,4 Cem por cento do poder do atual parque de energia renovável da EGPE.

Atualmente, a Endesa administra mais de 6.553 MW de capacidade renovável na Espanha. Deste número, 4.710 MW são de geração hidráulica convencional. Os restantes, cerca de 1.843 MW, são geridos através do EGPE, e são provenientes de energia eólica (1.750 MW), mini-hídrica (79 MW) e outras fontes de energia renovável (14 MW).

Enel Green Power é a linha de negócio global Enel Group, que detém Endesa, dedicado a do desenvolvimento e operação de todo o mundo renovável, com presença na Europa, América, Ásia, África e Oceania. Enel Green Power é líder global no setor de energia verde, com uma tiragem de mais de 43 GW em um mix de geração que inclui energia eólica, solar, geotérmica e capacidade hidrelétrica e está na vanguarda da integração de tecnologias inovadoras em plantas de energia renovável.

Postar um comentário

0 Comentários