AES completa mais 40 MW solares em El Salvador

A subsidiária salvadorenha da companhia de eletricidade dos EUA concluiu a construção de quatro usinas fotovoltaicas de 10 MW cada nas cidades de Santa Ana, San Sebastián Salitrillo, Sonsonate e Jiquilisco. São instalações pertencentes ao projeto Bósforo, de 100 MW, que a AES está realizando em conjunto com a Multi Investment Corporation (CMI).


Uma das usinas fotovoltaicas da AES El Salvador. Imagem: conta do facebook da AES El Salvador

A AES El Salvador, subsidiária salvadorenha da empresa de energia dos EUA AES Corporation, e a Corporación Multi Inversiones (CMI) da Guatemala anunciaram a conclusão da segunda fase do projeto solar Bósforo.

A segunda fase do projeto inclui quatro usinas de 10 MW localizadas nas cidades de Santa Ana, San Sebastián Salitrillo, Sonsonate e Jiquilisco. Cada uma das instalações foi construída com 44 mil painéis, três inversores centrais e uma subestação de distribuição elétrica para conexão à rede.

A primeira fase do projeto, denominada "Bósforo I", foi concluída em setembro graças a um investimento de 48 milhões de dólares e à instalação de 132 mil módulos fotovoltaicos do tipo policristalino. A usina El Carmen, de 10 MW, juntou-se às mesmas plantas da Pasaquina e da La Union, inauguradas respectivamente nos meses de maio e julho de 2018.

A terceira e última fase prevê a construção de mais três usinas de 10 MW na zona central do país. Parte do financiamento vem da Corporação de Investimentos Privados no Exterior (OPIC) dos Estados Unidos. O projeto tem um investimento total de 160 milhões de dólares.

Postar um comentário

0 Comentários