Cemig lança sua terceira licitação eólica e solar

Embora o volume não tenha sido divulgado, os projetos selecionados neste novo leilão receberão um PPA de 19 anos.

Sede da Cemig em Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. Imagem: Wikimedia Commons / Andrevruas

A companhia de energia brasileira, a quarta maior companhia de energia do país, anunciou que realizará outro leilão para projetos de energia eólica e solar em larga escala no dia 13 de setembro.

De acordo com o anúncio do leilão, que foi publicado no Jornal Valor Econômico, a empresa concederá PPAs de 19 anos aos projetos selecionados através deste terceiro exercício de aquisição. Nenhuma informação foi fornecida sobre a capacidade total que será atribuída através do leilão.

A Cemig venderá eletricidade das instalações contratadas de energia eólica e solar para o mercado livre de eletricidade. Neste mercado, os fornecedores de energia negociam as condições da venda de eletricidade entre si ou diretamente com os grandes consumidores de energia.

Durante o primeiro leilão desse tipo, realizado em junho de 2018, a Cemig contratou 431 MW de capacidade solar e eólica. No segundo exercício de licitação, realizado no início de outubro, a companhia de eletricidade contratou outros 152 MW para energia eólica e solar .

Esses leilões foram desenvolvidos para apoiar a Cemig na substituição de parte da capacidade de geração perdida no ano passado, das concessões de quatro usinas hidrelétricas brasileiras - em São Simão (1,7 GW), Miranda (404 MW), Jaguara (424 MW) e Volta Grande. (380 MW). Esses projetos foram concedidos a grandes empresas internacionais de energia, como a Engie, a Enel e a State Power Investment Corporation, da China.

Postar um comentário

0 Comentários