Nanotubos de carbono de parede única entram na produção industrial na China

O material é um aditivo condutor para anodos de silício em baterias de íons de lítio, ajudando a melhorar a vida útil do ciclo e aumentar a densidade de energia. Levou décadas para trazer os nanotubos à produção comercial.

A China pode ter dado um grande passo à frente na corrida global para dominar o mercado de armazenamento de energia.

O setor de mobilidade elétrica já introduziu sinergias na indústria solar, como a redução do custo dos transistores de carboneto de silício, que agora começam a ser utilizados em nível comercial em inversores fotovoltaicos. Na pesquisa de baterias, tais benefícios ocorrem porque a pesquisa está focada em otimizar a tecnologia para a indústria de veículos elétricos (EV), visando maior densidade de energia e ciclo de vida.

As empresas chinesas Haiyi Scientific Trading e Shenyang East Chemical Science Tech ganharam permissão para produzir em massa o Tuball Batt, um nanotubo de carbono de parede única , inicialmente desenvolvido pela OCSiAL. O nanotubo permite o uso de ânodos de silício em baterias EV em escala industrial.

Haiyi e Shenyang East foram auditados pela OCSiAL em maio e receberam permissão para iniciar a produção dos nanotubos. Com suas capacidades de produção combinadas, os parceiros antecipam a fabricação de 7.000 toneladas de Tuball Batts para os fabricantes chineses de baterias.

"Com a capacidade de produção de nossa fábrica local, a competitividade das dispersões condutoras de nanotubos de carbono de parede única - em termos de fornecimento, qualidade e controle de custos - será bastante aprimorada", disse Yang Liu, gerente geral da East Chem. “A East Chem continuará aprofundando nossa cooperação com a OCSiAl, para aumentar nosso investimento em P & D e para fornecer a nossos clientes produtos ainda mais diversificados”.

A Haiyi informou que trabalhou com a OCSiAL por três anos para lançar a produção comercial do produto. "A produção local permite que os fabricantes chineses de baterias reduzam os custos usando o aditivo condutivo Tuball Batt", disse Zhijun Liu, gerente geral da Haiyi. "Nós obtivemos certificação de fabricantes de baterias locais e agora começamos a vender grandes lotes".

Postar um comentário

0 Comentários