Novo projeto fotovoltaico PMGD obtém aprovação ambiental no Chile

O projeto Meco Chillán, com 7,1 MW de potência instalada, será adicionado aos outros 5 parques solares que já estão em operação na região de Ñuble, onde outros 6 projetos aguardam a aprovação da Comissão de Avaliação Ambiental.


O parque solar de 7.1MW Meco Chillán foi aprovado por unanimidade na quinta-feira passada pela Comissão de Avaliação de Serviços de Avaliação Ambiental da SEA e será o sexto projeto fotovoltaico na região de Ñuble. O parque solar, que faz parte do Programa de Geração Distribuída de Mídia Pequena (PMGD), entrou no SEIA em janeiro passado. 

O desenvolvedor é a PV Power Chile SpA, membro do Czech Solek Group, que possui um portfólio de 500 MW no Chile sob a modalidade PMGD.

Pedro Lazo, gerente de projetos da Solek, disse que o projeto está previsto para ser construído ainda este ano. "Teremos um investimento de 7 milhões de dólares equivalentes para mitigar aproximadamente 10.000 toneladas de CO2, é como remover 817 carros, tudo isso em consonância com a próxima COP25 a ser realizada em nosso país", afirmou Lazo.

O projeto Meco Chillán se une aos outros 5 parques solares que já estão em operação, enquanto outros 6 projetos aguardam a aprovação da Comissão de Avaliação Ambiental.

Postar um comentário

0 Comentários