República Dominicana instalará autoconsumo solar em mais de 70 quartéis

Os sistemas fotovoltaicos de autoconsumo serão instalados em mais de 70 quartéis militares na área de fronteira e outros destacamentos e bases do Exército, da Marinha e da Força Aérea.

Ángel Canó, Diretor Executivo da CNE e Tenente-General Rubén Paulino Sem, Ministro da Defesa, durante a assinatura do acordo. Foto: CNE

A Comissão Nacional de Energia (CNE) e do Ministério da Defesa (MEAS) assinaram um acordo de cooperação para fornecer painéis solares para mais de 70 quartéis militares na área de fronteira e outros destacamentos e bases do Exército, da Marinha e da Força Aérea

O acordo foi assinado pelo ministro da Defesa Ruben Dario Paulino Sem, e o diretor do CNE, Angel Cano, e afirma que "os quartéis, destacamentos e bases militares localizadas estrategicamente, identificação prévia deve ser equipado com um sistema de fornecimento de energia fotovoltaica de energia elétrica destinada a equipamentos de iluminação e comunicação para o melhor desempenho de suas operações".

Indica que a CNE estabelecerá mecanismos plurianuais para aplicar um esquema de doação de seus recursos disponíveis, a fim de fornecer aos quartéis o equipamento elétrico necessário para o fornecimento de energia.

Além disso, a CNE também pré-planejamento, aconselhar e acompanhar as instituições militares beneficiaram na aquisição de sistemas fotovoltaicos a instalar em quartéis e destacamentos militares para aproveitar os incentivos do processo de gestão da Lei nº 57-07 , de incentivo às energias renováveis.

O MIDE está empenhado em fornecer o pessoal e a logística do transporte terrestre, marítimo e aéreo para que os técnicos nomeados pela CNE procedam aos estudos ou vistoria nas instalações militares onde o equipamento doado será instalado.

Postar um comentário

0 Comentários