Enel constrói outros 133 MW de energia solar no Brasil

A empresa italiana iniciou a construção de uma nova seção do parque solar São Gonçalo, localizado no estado do Piauí. Aproximadamente € 100 milhões serão investidos na expansão do projeto.

Uma usina fotovoltaica da Enel. - Imagem: Enel

Enel Green Power Brasil Participações Ltda., Uma subsidiária brasileira da empresa italiana Enel Green Power, que também é uma unidade do grupo Enel, anunciou a construção de uma usina solar de 133 MW no Brasil.

Segundo a empresa em nota, é a usina solar de São Gonçalo, localizada na cidade de mesmo nome, no estado do Piauí, e atualmente em construção. "A expansão eleva a capacidade total do projeto São Gonçalo para 608 MW", afirmou a empresa. Aproximadamente 100 milhões de euros serão investidos na construção da nova seção.

Dos 608 MW de capacidade instalada do projeto São Gonçalo, 344 MW, que incluem 133 MW da nova seção, venderão energia no mercado livre através de PPAs bilaterais com grandes consumidores de eletricidade, enquanto os 265 MW restantes são suportados contratos de fornecimento de energia de 20 anos com um grupo de empresas de distribuição que operam no mercado regulamentado do país.

Conforme anunciado pela Soltec em junho, a usina solar utilizará 13.728 rastreadores solares bifaciais SF7 da Soltec e 1.235.520 módulos bifaciais de 385 Wp de energia, cada um de um produtor não especificado. "A fábrica de São Gonçalo é a primeira fábrica da Enel no Brasil que utiliza módulos solares bifaciais", acrescentou Enel.

Postar um comentário

0 Comentários