OHL construirá uma usina fotovoltaica de 89 MW no Chile

A empresa espanhola será responsável pela construção da usina OHL e construirá uma usina fotovoltaica de 89 MW em Coquimbo, no norte do Chile, por 70 milhões de euros (cerca de US $ 77,2 milhões).

Bru-nO / Pixabay

A empresa espanhola OHL recebeu um projeto fotovoltaico no valor de 70 milhões de euros (cerca de US $ 77,2 milhões) no Chile. O contrato inclui a construção da usina fotovoltaica La Huella, que terá capacidade instalada de 89 MW e atenderá a região de Coquimbo, no norte do país.

O prêmio foi concedido pela Clean Capital Energy, uma empresa de investimento em projetos fotovoltaicos com sede na Áustria, que opera em cinco países europeus com uma capacidade instalada total de mais de 800 MW e com projetos em desenvolvimento em mais de 1 6 GW.

O contrato tem o escopo de engenharia, construção, comissionamento e subsequente operação e manutenção. Além disso, serão abordados os trabalhos relacionados à interconexão elétrica da planta com a Rede de Transporte e o Sistema Elétrico Nacional do Chile, e serão realizadas a operação e manutenção a longo prazo da planta.

No último ano, a empresa foi premiada com projetos de energia renovável de quase 300 MW no Chile, Espanha e México. Entre eles estão a usina fotovoltaica Perote no México para a empresa X-Elio de 120 MW, ou as usinas fotovoltaicas de Aguascalientes no México e Zafra na Espanha para a empresa OPDEnergy de 37 MW e 50 MW, respectivamente.

Postar um comentário

0 Comentários