Parque solar de 1,3 MW começa a operar em Mendoza, Argentina

O projeto, premiado na Rodada 1.5 do programa RenovAr, foi construído graças a um investimento de US $ 2 milhões.

Imagem: Secretaria de Energias Renováveis

O Ministério de Energias Renováveis ​​anunciou o início do Parque Solar Pasip, de propriedade da empresa provincial de energia de Mendoza ( EMESA SA ), e está localizado em um local de 4 hectares no Parque Industrial da cidade de São Martim.

O projeto foi realizado com 89% dos componentes fotovoltaicos produzidos na Argentina, informou a entidade em nota. A usina utiliza 4.000 painéis solares do produtor argentino LV ENERGY modelo LVE72PSe de 330 Wp cada, cerca de 20 inversores STP 60-10 60 kVA da alemã SMA e 62 seguidores do modelo T1M80 e T1M40 do fornecedor argentino Idero.

A construção da fábrica começou em novembro do ano passado. “Durante a sua construção, havia 14 empresas em nosso país que forneciam equipamentos e outras 46 PMEs foram contratadas para os serviços necessários”, afirmou o Ministério de Energias Renováveis.

O projeto foi premiado na segunda rodada (Rodada 1.5) do programa RenovAr para projetos de energia renovável em larga escala. Na Rodada 1.5, a Emesa garantiu um total de seis projetos solares para um total de 94 MW. Todos os projetos obterão financiamento da instituição financeira argentina Banco Nación por meio do Fundo Argentino de Desenvolvimento Econômico (Financiamento). Os investidores canadenses S2E Tech e Power Corp. participam dos projetos.

Em setembro de 2018, três dos projetos premiados com uma potência total de 60,9 MW foram vendidos pela Emesa ao Grupo Coesa.

Postar um comentário

0 Comentários