Dia da Energia é comemorado com programação online e gratuita

Fundação Energia e Saneamento promove ações especiais programadas por suas três unidades: São Paulo, Itu e Salesópolis

O Museu da Energia de Salesópolis abordará o tema por meio de questionamentos e reflexões
Foto: divulgação

Para comemorar o Dia Mundial da Energia, celebrado em 29 de maio, a Fundação Energia e Saneamento, instituição responsável pela gestão dos Museus da Energia de São Paulo, Itu e Salesópolis, preparou uma programação on-line e gratuita para debater e trazer conscientização sobre o tema energia no Brasil. Entre as ações previstas, estão lives, vídeos, atividades e outros conteúdos que serão publicados nas redes sociais do Museu da Energia.

A unidade de Itu preparou uma live para o dia 28 de maio, a partir das 16h, com o tema "Energia Renovável: Vantagens e Desvantagens". A transmissão ao vivo será pelo canal do YouTube (https://www.youtube.com/c/MuseudaEnergia) e pelo Facebook (https://www.facebook.com/museudaenergia), com a participação de representantes da Unicamp Energy Club, a primeira organização estudantil brasileira com foco em energia renovável.

Os convidados, Joniel Alves e João Pedro, cofundador e atual vice-diretor e diretor do setor de eventos da Unicamp Energy Club, respectivamente, serão mediados por Ana Luísa Vieira, Educadora do Museu da Energia de Itu. "Essa parceria é importante para a aproximação da universidade junto ao museu, visando a difusão das instituições envolvidas e a oferta de conteúdo para o público", relata Ana Sbrissa, Coordenadora do Museu da Energia de Itu.

Ainda de acordo com Ana, o objetivo da live é apresentar as fontes de energia renováveis e a importância da conscientização de incorporá-las ao cotidiano, tendo em vista a preservação dos recursos naturais. "Resolvemos trazer ao público uma conversa descontraída e didática para esclarecer o uso desse tipo de energia na rotina. O Dia da Energia também nos remete a um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), 'Energia Limpa e Acessível', que prevê até 2030 aumentar substancialmente a participação de energias renováveis na matriz energética global", conta.

Quanto ao Museu da Energia de Salesópolis, abordará o tema por meio de questionamentos e reflexões. Alguns colaboradores foram convidados a responder a questão: "Qual energia que te move a trabalhar no Museu?". Já os visitantes, selecionados pelas equipes de educativos, responderam à pergunta: "Qual energia que o Museu te proporciona?". As respostas serão publicadas nas redes sociais do Museu da Energia, em formatos de vídeos, textos e fotos.

"A ideia esse ano é falar do tema energia de uma forma mais poética. A equipe elaborou essas questões para que a pessoa tivesse um momento de reflexão a respeito da palavra energia, porém em outros sentidos", explica Simone Villegas, Coordenadora do Museu da Energia de Salesópolis.

Como o Dia da Energia é uma das datas mais importantes na realização das atividades da Fundação, assim como o Dia da Água, a proposta é repensar a relevância da energia em todas as suas formas e possibilidades. "Não só a energia elétrica, mas todos os desdobramentos de energia. Como estamos trabalhando essa questão poética, nos perguntamos: como anda a nossa energia? Como é a energia dos locais que a gente vai? O tema energia é de extrema importância para nós, não à toa somos o Museu da Energia", completa Simone.

Por fim, o Museu da Energia de São Paulo está preparando um vídeo especial, que será disponibilizado no YouTube e no Instagram da instituição, apresentando o experimento da pilha de batata ou limão. Segundo Suelen Barcelos, Educadora do Museu da Energia de São Paulo, essa ação tem como objetivo conscientizar sobre o uso racional da energia, incentivar o uso de fontes renováveis e apresentar de forma lúdica os conceitos envolvidos por meio do experimento realizado.

"O experimento será sobre o funcionamento da pilha de ponte salina, onde explicamos o funcionamento da pilha e levamos nosso público a reproduzir em casa sua pilha com batata ou limão. No Instagram e YouTube do Museu temos outros vídeos e publicações que abordam a temática com experiências envolvendo energia, como alguns experimentos que os nossos visitantes podem tentar fazer em casa", acrescenta Suelen.

O Dia Mundial da Energia foi criado em 29 de maio de 1981, uma iniciativa da Direção Geral de Energia de Portugal. O surgimento da Fundação Energia e Saneamento está atrelado à história da energia elétrica no Brasil, a partir da criação de empresas que passaram a fornecer energia, de forma sistemática, para a iluminação pública e transportes, e, mais tarde, para as casas no final do século XIX. A instituição foi criada em 1998, com a proposta de preservar o rico acervo histórico da história da energia, da tecnologia e do desenvolvimento urbano e industrial do Estado de São Paulo.

"As unidades do Museus da Energia oferecem aos visitantes atividades culturais voltadas para todas as idades, e que reforçam conceitos de cidadania e incentivam o uso responsável de recursos naturais, explorando tais questões por abordagens históricas, científicas e sociais. Promover o debate sobre como serão as cidades do futuro, sempre olhando para as experiências do passado, é um dos objetivos da Fundação, que vê a necessidade de que a sociedade e comunidades locais participem desses diálogos, contribuindo de forma ativa nas decisões sobre o mundo que desejamos deixar para as próximas gerações", finaliza Mariana de Andrade, Coordenadora de Projetos e Produção Editorial da Fundação Energia e Saneamento.
Fonte O Diário

Comentários